ONS - Mobilidade Suave e Ferragens

O Projeto ONS - Mobilidade Suave e Ferragens tem como principal objetivo o aumento da competitividade das empresas dos setores identificados através dos referenciais normativos CEN / ISO.

Identificação e Enquadramento do projeto

Aviso: 04/SIAC/2015
Designação do Projeto : Abimota ONS - Mobilidade Suave e Ferragens - Sistema de Apoio a Ações Coletivas - Internacionalização
Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização
Objetivo Temático: OT 3 - Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas
Prioridade de Investimento: PI 3.3 - A concessão de apoio à criação e ao alargamento de capacidades avançadas de desenvolvimento de produtos e serviços
Tipologia de Intervenção: TI 53 - Qualificação e inovação das PME
Fundo: FEDER
Localização do projeto: Região Centro
N.º do projeto : 016254

Montantes Envolvidos

Investimento Total: 351.411,07 euros
Investimento Elegível: 220.096,50 euros
Incentivo não Reembolsável: 187.082,03 Euros
Data de Início do projeto: 2016-06-01
Data de Fim do projeto: 2018-05-31

 

Síntese do projeto:

O Projeto ONS - Mobilidade Suave e Ferragens tem como principal objetivo o aumento da competitividade das empresas dos setores identificados através dos referenciais normativos CEN / ISO.

O objetivo estratégico do Projeto - ONS - Mobilidade Suave e Ferragens - é qualificar os sectores da Mobilidade Suave e Ferragens em português através das normas Europeias e Mundiais aplicáveis aos setores. O presente projeto pretende que através das normas os sectores em questão consigam um ganho de competitividade junto dos mercados internacionais e consigam construir uma estratégia de inovação do produto de forma sustentada.
A Abimota é ONS - Organismo de Normalização Setorial, ao abrigo do protocolo celebrado com o OPQ em 1987, pelo que, enquanto ONS e Entidade de Utilidade Publica sem Fins Lucrativos, está consciente da importância que a normalização representa para as empresas quer em termos de mercados, pela própria Comissão Europeia e pela estratégia adotada pelos vários estados membros como vantagem competitiva e desenvolvimento de novos produtos.
A Abimota tem tido um papel bastante ativo junto do CEN e da ISO no que toque ao desenvolvimento da normas relativas a Mobilidade Suave, emitindo pareceres e estando presente nas várias reuniões. Pretende-se que seja dada uma continuidade deste trabalho no setor da Mobilidade e iniciar no setor das Ferragens o mesmo caminho, permitindo, as empresas nacionais, um conjunto de informações privilegiadas quer em termos técnicos quer em termos dos comportamentos mercados.
É neste sentido que o presente projeto, através das suas várias atividades, vai assegurar no setor da Mobilidade Suave dar uma continuidade no trabalho já desenvolvido e iniciar no setor das Ferragens uma abordagem igual ao da Mobilidade, aproximando a Abimota das principais instituições europeias e mundiais de normalização permitindo gerar novo conhecimento capaz de gerar junto das empresas maior competitividade e geração de externalidades positivas indutoras de efeitos de arrastamento da economia. Consequentemente colocar os agentes económicos nacionais em pé de igualdade a nível dos seus concorrentes europeus e mundiais, nos mercados onde atuam.

 

Descrição e objetivos do Projeto;


O plano operacional do projeto está assente em dois blocos:

- ONS  Mobilidade Suave;
- ONS  Ferragens.

 

Cada um dos blocos tem como objetivo operacional:

- Acompanhar e participar nos trabalhos de normalização europeu e mundial nas áreas de intervenção do ONS;
- Analisar documentos desenvolvidos nos trabalhos de normalização e recomendar ao IPQ o respetivo parecer e emitir;
- Desenvolver ações de sensibilização sobre a normalização como fator competitivo junto das empresas do setor da Mobilidade Suave e Ferragens;
- Elaborar um estudo de conformidade pré-normativo, para a conformidade com as novas normas aplicáveis ao setor a Mobilidade Suave e Ferragens;
- Elaborar as versões portuguesas de normas europeias e mundiais referentes ao setor da Mobilidade Suave e Ferragens;
- Organização em território nacional de uma reunião técnica ao abrigo do CEN/ISO.
O plano de ação desenvolvido pelo presente projeto, assenta em 3 grandes eixos:


1 - ONS como fator de maior competitividade.


Pretende-se perceber como o sistema de normalização pode ser um indutor de competitividade nas empresas nacionais. Assim a avaliação das mais valias relacionadas com o sistema ONS nos principais mercados europeus e mundiais é um fator critico do projeto que irá permitir desenvolver uma estratégia relativa a normalização e aplicabilidade para as empresas. Os referenciais normativos permitem também desenvolver estratégias de novos produtos, materiais e sistemas de produção que permitem as empresas ganhar notoriedade e diferenciação juntos dos seus concorrentes.

 

2 - Aplicabilidade prática do ONS

Pretende-se criar um referencial de aplicação das várias normas CEN e ISO, criando um paralelismo entre a norma, como aplicar, vantagens competitivas reconhecidas e mercados de atuação. è necessário conseguir uma mudança de paradigma relacionado com as normas em Portugal onde a norma é vista como requisito do cliente para a norma como mais valia no mercado global em toda a cadeia de Valor.

 

3 - Comunicação e Promoção

O trabalho a desenvolver na comunicação e promoção será vital para o sucesso do projeto uma vez que será preciso inicialmente vencer a visão tradicional associada ao sistema ONS.